Saúde e segurança

Saúde e segurança

Resultados de segurança operacional

O número de acidentes ferroviários foi 5,6% menor em 2019, na comparação aos dois anos anteriores, e a taxa de acidentes por milhão de trem quilômetro rodado (TKM) fechou em 8,28, ficando 5,48% abaixo da meta da segurança pactuada com a ANTT, prevista no contrato de concessão do transporte ferroviário público de cargas.

Esse resultado se deve aos investimentos realizados e à estratégia aplicada pela MRS para reduzir a quantidade e gravidade dos acidentes ferroviários, como as campanhas desenvolvidas pela companhia para conscientizar a comunidade lindeira, evitando a ocorrência de acidentes por imprudência dos pedestres e motoristas (atropelamentos e abalroamentos).
Em 2019, os acidentes causados por terceiros representaram 98% do total registrado na malha da MRS. Os outros 2% foram acidentes técnicos de responsabilidade da própria companhia.

Parte da malha ferroviária da MRS atravessa áreas de perímetro urbano nos estados de MG, RJ e SP, e, para mitigar esse impacto, em 2019, foram revitalizadas 21 passagens em nível (PN) e realizadas manutenções em aproximadamente 400 PNs, além de vedações da faixa de domínio, totalizando um investimento de R$ 6 milhões.

Icone Excel
 201720182019
Número de acidentes107107101
Número de acidentes causa terceiros10310299
Número de acidentes causa técnica452
Número de acidentes por milhão de TKM7,217,398,28

Treinamentos e capacitação de colaboradores

Os colaboradores da MRS são treinados e capacitados para exercer suas atividades com domínio e segurança, por meio da Academia MRS, que mantém processos de certificação, aulas e provas de conhecimento, voltados, em especial, para colaboradores das áreas de operação e manutenção ferroviária. Apenas colaboradores considerados aptos pelo crivo da Academia MRS podem exercer ou continuar exercendo a sua função. Clique aqui para conhecer mais sobre a Academia MRS.