Perspectiva

Perspectivas

Ações contra a Covid-19

No final de 2019, a China informou sobre um novo caso de pneumonia, causada por um vírus desconhecido. Em 2020, o coronavírus (COVID-19) transpôs fronteiras, deixando o cenário mundial desafiador. Com a multiplicação do número de infectados e a elevada capacidade de disseminação do vírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou, no dia 11 de março, estado de pandemia.

Mundialmente, medidas estão sendo tomadas para conter o número de contaminações, especialmente a quarentena (voluntária ou compulsória) e o consequente distanciamento social. No Brasil, o Governo Federal definiu, por meio do Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020, as atividades essenciais e indispensáveis à sociedade brasileira, para fins de aplicabilidade da Lei nº 13.970/2020. Os serviços de transporte de cargas pela ferrovia fazem parte desse grupo, assim como as atividades de suporte e fornecimento de insumos ou matérias-primas para o funcionamento adequado da ferrovia. O transporte ferroviário de cargas é reconhecidamente essencial para o abastecimento da indústria nacional, para a balança comercial brasileira e para o transporte de alimentos, medicamentos e outros bens também essenciais ao funcionamento e abastecimento do país.

A operação ferroviária da MRS está sendo mantida, assim como as atividades de seus fornecedores e prestadores de serviços, sempre em respeito às determinações de profilaxia e cuidados que garantam a segurança e saúde dos colaboradores e da sociedade. A companhia divulgou uma carta aberta aos seus fornecedores, solicitando apoio e colaboração, para a garantia da continuidade do transporte ferroviário. A MRS está oferecendo apoio operacional aos seus fornecedores e prestadores de serviço, com objetivo de orientá-los para a correta manutenção dos serviços, deslocamento de equipes e demais cuidados a serem adotados.

A companhia adotou o modelo de home office, no dia 17 de março, para suas áreas administrativas e rodízio de presença para os colaboradores impossibilitados a desenvolver suas atividades remotamente. Situações como reuniões presenciais, viagens não essenciais, viagens ao exterior e a participação em seminários, feiras e eventos foram suspensas por tempo indeterminado.

Além disso, a empresa está tomando precauções extras como a aferição da temperatura dos funcionários e parceiros que continuam trabalhando nas unidades MRS, continuamos recomendando a lavagem frequente das mãos e distribuindo álcool em gel 70% nas estações de trabalho. Também são mantidas comunicações constantes e massivas voltadas aos colaboradores, com a presença do Diretor-Presidente, de forma a reforçar os cuidados necessários à higiene.

Da mesma foma, reconhecendo os grandes desafios que o cenário impõe aos municípios e às comunidades do entorno da ferrovia, a MRS desenvolveu um programa emergencial de colaboração social, visando à parceria para atendimento a dois públicos prioritários nos três estados em que atua: as pessoas em situação de rua e as famílias que apresentam elevado nível de vulnerabilidade social.

As ações emergenciais, com foco no atendimento de pessoas em situação de rua, foram realizadas na primeira quinzena de abril de 2020 e contemplaram iniciativas das Prefeituras Municipais e Instituições de Assistência Social dos municípios de Santos (SP), Taubaté (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Juiz de Fora (MG), com o objetivo de proporcionar auxílio no fornecimento de alimentos e refeições prontas.

A segunda frente, de maior amplitude, prevê a distribuição de 15.000 cestas básicas, contendo itens de alimentação e higiene, para 39 municípios de interface, com atendimento a prefeituras, por meio das Secretarias de Ação Social, Lideranças e Instituições reconhecidas localmente, durante os meses de abril, maio e junho de 2020. A iniciativa levará, aproximadamente, 250 toneladas de alimentos e 360.000 itens de higiene para as famílias de comunidades localizadas no entorno da ferrovia.

Dessa forma, diante do alarmante cenário mundial enfrentado, a MRS reafirma sua responsabilidade social, adotando medidas emergenciais de auxílio às populações mais necessitadas, e seu compromisso com a prestação do serviço público de transporte ferroviário de cargas sem restrições, sempre com a devida profilaxia, que engloba a adoção de todas as medidas necessárias para resguardar a segurança e saúde dos colaboradores e de toda a sociedade. A todos os que estão trabalhando por um bem maior, nossos aplausos e nossa eterna gratidão.